Você sabe se está impulsionando o seu post da forma correta?

Atualizado: 2 de Jan de 2019


Resolvi separar alguns minutinhos e fugir da correria aqui da agência para falar desse assunto super importante e atual com vocês.

É incrível, todos os dias recebemos clientes e pessoas que falam a mesma coisa: "Eu impulsionei meu post mas não tive nenhum resultado" ou "Eu queria gerar cliques pro meu site mas tive apenas comentários".

Se você também já passou por isso, pode ser que esteja impulsionando seu post da maneira errada.

A chave para um bom retorno dos seus post's, talvez seja entender a diferença entre dois termos: Impulsionamento X Criação de Anúncios. Esse é o primeiro passo para anunciar de forma correta tanto no Facebook como no Instagram.



Impulsionamento

No início, o Facebook disponibilizou na plataforma a opção dos usuários patrocinarem uma publicação direto pelo feed de notícias, mas com o crescimento da rede algumas métricas foram alteradas juntamente com o termo, que de "patrocinar" passou a ser "impulsionar". A opção de impulsionar uma publicação aparece logo abaixo do post e também pode aparecer sempre como uma sugestão do Facebook, avisando que com X de verba você conseguirá atingir um público maior.


E isso é verdade, ao impulsionar seu post, você faz com que ele chegue para um número bem grande de pessoas, porém é só isso mesmo; ao fazer isso, você estará jogando seu dinheiro fora, ou melhor, dará de presente para o tio Zuckerberg.

Essa forma de impulsionamento é muito limitada, você não consegue fazer a escolha exata de objetivos e também não consegue realizar a segmentação do público de uma forma mais específica.


Você tem basicamente 4 opções:

  1. Pessoas que curtiram sua página;

  2. Pessoas que curtiram sua página e os amigos delas;

  3. Um público semelhante;